Gente querida.
Não adianta insisitir. A maneira mais prática e simples de lhes desejar um Bom Natal e um Feliz Ano novo é precisamente esta. UM BOM NATAL E UM FELIZ ANO NOVO. Tentei várias formas diferentes mas não adiantou.   Ainda ontem, quando Verinha e eu saíamos de um shopping center rumo ao estacionamento, vimos um senhor idoso que também ia, à nossa frente, em busca de seu carro. Obviamente era texano pois usava um daqueles enormes e famosos chapéus de caubói de não sei quantos galões. Caminhava com dificuldade, apoiando-se numa bengala de alumínio na mão esquerda e, na mão direita carregava uma sacola de plástico amarela estampada com o nome da loja. “FOREVER 21”. ( “PARA SEMPRE 21″ ). Uma loja  que visa um público feminino jovem ou mulheres que procuram enganar-se que ainda são jovens se usarem roupas que não conseguem disfarçar as suas idades.  Como de hábito, a minha irreverência assomou e não pude evitar um comentário em português dizendo alto e bom som para a minha cara metade:
– ” Aposto que, dentro da sacola, ele está levando também um vidro de Viagra”.
Verinha, que estava de bom humor pois havia encontrado todos os presentes que queria comprar, deu uma gargalhada gostosa que foi ouvida pelo texano. Ele parou, voltou-se bem humorado e disse, sorrindo, em inglês:
– “não importa que língua estrangeira as pessoas usem, a risada fala um contagiante idioma universal. Não precisa de tradução.”
Concordamos plenamente e trocamos votos de boas festas com o nosso inesperado interlocutor. A Internet não nos oferece (que eu saiba) outras avenidas de expressão e, porisso, não ouvimos as risadas alegres das pessoas. Talvez até já exista algum recurso cibernético que não conheço e que eu gostaria de poder utilizar neste momento. Mas, por enquanto, terei de me contentar com este meio tipográfico para me comunicar com voces.

Só espero sinceramente que voces , diante desta mensagem maluca, não venham a me considerar, num futuro ainda sem data marcada, um “mala sem alça” nem me identifiquem com aquele português que morreu num acidente de carro.  O amigo Manuel foi chamado para reconhecer o corpo. O funcionário do IML perguntou:
– “o senhor  pode nos apontar alguma característica marcante que identifique o corpo ?”
-“Claro, meu jovem”, respondeu o Manuel.
-O meu amigo era gago e canhoto.”

É isso aí, minha gente querida.
UM BOM NATAL E UM FELIZ ANO NOVO para todos voces.
Zé Roberto (Dias Leme) e Verinha
Texas, 11/12/2010

Anúncios